Perda de memória relacionada à idade

Perda de memória relacionada à idade

O que é normal, o que não é e quando procurar ajuda?

Todos nos perdemos chaves, apagamos nomes de conhecidos ou esquecemosum número de telefone. Quando somos jovens, não costumamos prestar atenção para esses lapsos de memória, mas à medida que envelhecemos, por vezes, nos preocupamos com o que eles significam. Embora seja verdade que certas mudanças cerebrais são inevitáveis ​​quando se trata de envelhecimento, os principais problemas de memória não fazem parte destas alterações. É por isso que é importante saber a diferença entre o esquecimento normal relacionado à idade e os sintomas que podem indicar o desenvolvimento de um problema de memória.

 Memória e envelhecimento: o que é normal e o que não é?

O esquecimento é uma queixa comum entre adultos mais velhos. Você começa a falar sobre um filme que viu recentemente e então percebe que não se lembra do título. Você indicando o caminho para a sua casa quando de repente dá um branco no nome de uma rua familiar. Você está em pé no meio da cozinha perguntando o que você foi fazer lá. Lapsos de memória podem ser frustrantes, mas na maioria das vezes não são motivos de preocupação.

Alterações de memória relacionadas com a idade não são sinônimos demência.
À medida que envelhecemos, nós experimentamos mudanças fisiológicas que podem causar falhas em funções cerebrais que sempre tivemos preservadas. Nesta fase, leva-se mais tempo para aprender e recordar informações, não somos tão rápido quanto costumávamos ser. Nós muitas vezes confundimos esta lentidão dos processos mentais com perda de memória verdadeira, mas na maioria dos casos, se nós nos dermos um tempo, a informação virá à mente.

A perda de memória não é uma parte inevitável do processo de envelhecimento

O cérebro é capaz de produzir novas células cerebrais em qualquer idade, então a perda significativa de memória não é inevitável do envelhecimento. Mas, assim como a força muscular, você tem que usá-lo, se não ocorrerão perdas. Seu estilo de vida, hábitos de saúde e atividades diárias têm um enorme impacto sobre a saúde do seu cérebro. Seja qual for a sua idade, há muitas maneiras de melhorar suas habilidades cognitivas e assim evitar a perda de memória.