Mitos sobre Parkinson que você deveria saber

5 Mitos sobre Parkinson que você deveria saber (27 de maio 2021)

A doença de Parkinson é um transtorno neurológico degenerativo que prejudica principalmente a capacidade motora do indivíduo. Apesar de afetar milhões de pessoas em todo o mundo, a falta de conhecimento sobre a doença faz com que surjam muitas dúvidas e mitos sobre Parkinson.

Para desmistificar algumas informações envolvendo esse transtorno, separamos nesse post os 5 principais mitos sobre a doença de Parkinson que você deveria conhecer. Confira!

1. Mitos sobre Parkinson – O Parkinson afeta somente os movimentos

De fato Parkinson é uma doença neurodegenerativa do movimento. No entanto, as pessoas podem desenvolver com frequência sintomas não motores. Aliás, estes sintomas podem acabar aparecendo antes mesmo da capacidade motora do indivíduo ser afetada.

Entre os sintomas não motores que uma pessoa com Parkinson pode apresentar, estão:

  • Deficiência cognitiva;
  • Apatia;
  • Demência;
  • Incontinência fecal;
  • Depressão e ansiedade;
  • Disfunção do sono;
  • Dor.

No geral, é comum que as pessoas acabem ignorando os sintomas não motores. Mas, eles também são determinantes na identificação da doença.

2. Parkinson é uma doença que atinge somente idosos

A grande maioria das pessoas acredita que a doença de Parkinson afeta apenas a população idosa. Ou seja, pessoas com 60 anos ou mais.

No entanto, o diagnóstico da doença pode surgir antes disso. Isso porque a tendência é que sintomas leves apareçam antes da terceira idade.

Atualmente, a comunidade médica considera que a cada 1 milhão de pacientes com doença de Parkinson 20 mil possuem menos de 40 anos de idade.

Nas pessoas mais jovens, a doença pode ter uma velocidade de progressão mais lenta. No entanto, qualquer sintoma motor, a indicação é procurar um médico, independentemente da idade da pessoa.

3. Mitos sobre Parkinson – O tratamento não funciona

Outro dos mitos sobre Parkinson está relacionado com a eficácia do tratamento. É de conhecimento de todos que Parkinson é uma doença que não tem cura. E que os medicamentos servem para controlar a doença, bem como minimizar os sintomas.

Uma medicação que auxilia nesse controle ​​é a Levodopa. Este medicamento é convertido em dopamina após entrar no corpo.

Algumas pessoas acreditam no mito que a Levodopa só pode auxiliar por um período de aproximadamente 5 anos. No entanto, ela pode ser eficaz por décadas.

4. O Parkinson é uma doença imprevisível

Embora a doença de Parkinson varie de pessoa para pessoa, este é um quadro que pode ser previamente identificado.

Atualmente, com o avanço da medicina já é possível identificar indícios desse distúrbio. Isso porque há exames, bem como testes neurológicos que revelam disfunções cognitivas. E dependendo da disfunção que o paciente apresente é possível definir se ele tem mais chances de desenvolver o Parkinson.

5. Todo tremor significa diagnóstico de Parkinson

Esse é um dos mitos sobre Parkinson mais comum. De fato o tremor é o sintoma mais famoso da doença de Parkinson e quando o diagnóstico é rápido não impossibilita uma vida produtiva.

Contudo, também pode ocorrer como parte de outras doenças ou abuso de drogas lícitas ou ilícitas.

As doenças que também podem causar tremor são:

  • Distonia ou então tremor essencial;
  • Psicose;
  • Distonia responsiva a dopa.

 

 

Esperamos que este post tenha elucidado suas dúvidas a partir do esclarecimento de alguns dos mitos sobre Parkinson!

 

Medical Técnica é especialista em avaliação e reabilitação de problemas de memória e concentração em crianças e adultos. Nossos sistemas avançados de avaliações neuropsicológicas computadorizadas são usados para detectar deficiências cognitivas como TDAHAlzheimer, Dislexia, DiscalculiaDepressão e Autismo. Também oferecemos programas de treinamento, reabilitação e estimulação  para queixas de memória.

https://www.avaliacoesneuropsicologicas.com

https://www.medicaltecnica.com.br

Comments are closed.