Dormir pouco pode levar a depressão em jovens

Dormir pouco pode levar a depressão em jovens (11 de  fevereiro de 2021)

 

Você sabia que a depressão em jovens pode estar relacionada à má qualidade do sono? Pelo menos é o que demostram estudos publicados no Journal of Child Psychology and Psychiatry e na Behavioral Brain Research.

Dados como estes reforçam a importância em manter uma boa noite de sono para nossa saúde mental, o que vale para qualquer pessoa, independentemente da idade.

Continue lendo esse post e veja o que diz a ciência sobre o fato de dormir pouco estar relacionado a depressão no público jovem. Confira!

 

Depressão em jovens e sua relação com problemas de sono

Para entender como se dá a relação entre o fato de dormir pouco e a depressão entre jovens, os pesquisadores realizaram alguns estudos sobre o assunto.

O estudo, feito pela Universidade de Ottawa e publicado na Behavioral Brain Research, analisou o comportamento de ratos jovens machos e fêmeas cujos sonos eram interrompidos nas quatro primeiras horas no ciclo de descanso, em comparação a ratos adultos.

Enquanto isso, o estudo que resultou na publicação no Journal of  Child Psychology and Psychiatry levou em conta dados de uma análise feita com 4790 participantes, que nasceram entre 1991 e 1992. No estudo, os jovens foram questionados sobre suas qualidades de sono e, com isso, foi feito um paralelo com aqueles que apresentaram quadros depressivos.

 

Principais resultados

No estudo feito pela Universidade de Ottawa, especificamente quanto à depressão em jovens, verificou-se que:

  • Ratos jovens apresentaram quadros de depressão após 7 dias de sono com interrupções constantes. Contudo, o mesmo não foi observado em ratos adultos.

Além disso, após 7 dias, somente os ratos jovens apresentaram aumento da atividade no córtex pré-límbico. Esta é uma região responsável por desenvolver estratégias para enfrentar situações de estresse. Verificou-se ainda que esta região pode ser danificada pela superativação em caso de privação do sono.

Já o estudo publicado no Journal of  Child Psychology and Psychiatry teve como principais conclusões:

  • Adolescentes com 15 anos e com quadro de depressão relataram problemas no padrão e na qualidade do sono. E aqueles que relataram somente queixas quanto à qualidade do sono, foram os que apresentaram problemas de ansiedade. E não depressão;

No estudo também observou-se que variáveis no sono são indicativos de agravamento de quadros de depressão aos 15 anos. E de ansiedade em jovens de  17, 21 e 24 anos de idades.

 

Como melhorar a qualidade do seu sono

Levando em conta a seriedade da depressão em jovens bem como sua relação direta com a qualidade e padrão do sono, aqui vão algumas dicas para melhorar o sono:

  • Exposição ao Sol: Se expor a luz solar durante 1 ou então 2 horas pela manhã estimula a produção de matonina a noite, o que ajuda a manter um ciclo de sono saudável.
  • Realização de atividades físicas: a prática de exercícios físicos libera substâncias que ajudam na hora de dormir, como endorfina, dopamina e serotonina. Importante salientar que não é bom praticar exercícios 2 horas antes de dormir, para que o corpo tenha tempo para relaxar;
  • Cochilos: tirar uma pequena soneca de 15 a 20 minutos depois do almoço não prejudica o sono da noite. Desde que a pessoa não tenha problemas para dormir a noite, do contrário, evite.

Uma forma de evitar a depressão em jovens é investindo na qualidade do sono, portanto, fique sempre atento ao seu descanso!

 

Medical Tecnica é especialista em avaliação e reabilitação de problemas de memória e concentração em crianças e adultos. Nossos sistemas avançados de avaliações neuropsicológicas computadorizadas são usados para detectar deficiências cognitivas como TDAHAlzheimer, Dislexia, DiscalculiaDepressão e Autismo. Também oferecemos programas de treinamento, reabilitação e estimulação para queixas de memória.

Comments are closed.