Burnout – Causas, sintomas e como tratar

Burnout – Causas, sintomas e como tratar  (8 de outubro de 2020)

 

O estresse constante pode levar à sensação de impotência, bem como desilusão e até exaustão, que são portas de entrada para o Burnout. E apesar deste problema causar esgotamento físico e mental que persiste por um longo período e que podem levar à perda de interesse e de motivação, são poucos os que realmente conhecem a doença.

Além do esgotamento, a síndrome de Burnout também promove perda de produtividade, assim como indisposição, desamparo e falta de esperança.

Esses efeitos têm reflexos em todas as áreas da vida, ou seja, em casa, no trabalho e nos relacionamentos. Há ainda o risco de desenvolvimento de doenças como constipações, gripes e dores musculares.

Continue lendo este post para saber mais sobre essa síndrome.

 

Características do Burnout

Algumas das características de quem tem Burnout são:

  • A vida profissional assim como no lar parece um desperdício de energia;
  • Cansaço constante;
  • As tarefas desempenhadas parecem enfadonhas;
  • Indiferença;
  • Sobrecarregamento de atividades;
  • Sentir-se desvalorizado;
  • Menor imunidade;
  • Dores musculares;
  • Insônia;
  • Pensamentos negativos;
  • Vontade de se isolar;
  • Procrastinação;
  • Uso de bebidas bem como de drogas;
  • Faltas ao trabalho.

 Esses sinais aparecem gradualmente, são sutis na fase inicial e pioram com o tempo. Além disso, é importante mencionar que o Burnout não é simplesmente o estresse. Ele é mais intenso, causando pressões físicas e emocionais.

Enquanto no estresse há um senso de urgência bem como de hiperatividade que podem levar à ansiedade, no Burnout há a sensação de desamparo que pode acarretar depressão.

 

O que causa a síndrome de Burnout?

A principal causa desse esgotamento decorre do excesso de trabalho, pelo fato de o indivíduo se sentir sobrecarregado e subvalorizado. É frequente em pessoas que acumulam trabalho e não tiram férias.Mas também pode acontecer entre mães que precisam cuidar dos filhos em casa e lidar com tarefas domésticas.

Entre as causas envolvendo trabalho e estilo de vida que podem levar uma pessoa a desenvolver o Burnout, estão: 

  • Falta de reconhecimento;
  • Poucas expectativas;
  • Muitas exigências;
  • Serviços monótonos;
  • Muita pressão;
  • Trabalho em excesso;
  • Falta de apoio;
  • Muitas responsabilidades;
  • Perfeccionismo;
  • Pessimismo.

 

Abordagem do “3 R”

 Para lidar com o Burnout, existe uma abordagem conhecida como 3 R, que inclui: Reconhecer, Reverter e Resiliência. São formas de ajudar a superar o esgotamento.

O primeiro, Reconhecer, se refere à percepção que se tem dos sinais de esgotamento. O segundo, Reverter, se preocupa em reverter os danos, de modo a gerir o estresse. O terceiro, Resiliência, se propõe à construção de resiliência ao estresse, se preocupando com a saúde física bem como emocional.

 

Procure apoio profissional

Para quem sofre de Burnout muitas vezes é difícil identificar e enfrentar o problema sozinho. Por isso, é indicado procurar ajuda profissional de psicólogos ou psiquiatras. Somente fazendo as avaliações necessárias bem como tendo um acompanhamento profissional adequado é que você poderá definir se o seu quadro se configura como Burnout ou está relacionado a outro distúrbio!

 

 A Medical Tecnica é uma empresa especializada em: 1) baterias avançadas de avaliações neuropsicológicas computadorizadas para detectar deficiências cognitivas relacionadas à idade, AlzheimerTDAH, dislexia, depressão, Parkinson, discalculia, etc. 2) programas de treinamento, reabilitação e estimulação para queixas de memória. Solicite uma apresentação.

Comments are closed.